Site conservador canadense The Rebel sofre interrupção depois que provedor derrubou seu domínio

TORONTO (Reuters) - O site conservador canadense The Rebel disse que seu provedor de domínio cortou seu registro de internet, tornando-o inacessível para alguns usuários pelo mundo nesta segunda-feira, enquanto a empresa busca um segundo provedor.

O movimento acontece depois que a GoDaddy, o Google, da Alphabet, e outras empresas de tecnologia tiraram o site Daily Stormer do ar na semana passada por ajudar a organizar uma manifestação violenta em 12 de agosto na Virgínia, Estados Unidos.

Ezra Levant, fundador do Rebel Media, cujo o site muitas vezes ofende muçulmanos e refugiados, não identificou a empresa que hospedava o registro de seu site, embora ele tenha dito que recebeu um aviso prévio de 24 horas e nenhuma justificativa para a suspensão.

"Se isso foi uma decisão de censura política, é aterrorizante - é como se uma empresa de telefonia dissesse que cancelará seu número em 24 horas, porque não gosta de suas conversas", disse à Reuters. Levant afirmou que o site estava disponível em "cerca de metade do mundo".

(Por Alastair Sharp)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos