Empresa de segurança cibernética ucraniana alerta para possibilidade de novos ataques

KIEV (Reuters) - A empresa ucraniana de segurança cibernética ISSP disse nesta terça-feira que pode ter detectado uma nova campanha de disseminação de vírus, depois que serviços de segurança disseram que a Ucrânia poderia enfrentar ataques similares aos que derrubaram sistemas globais em junho.

O ataque do NotPetya em 27 de junho afetou muitas agências governamentais e empresas ucranianas, espalhando-se rapidamente pelas redes corporativas de multinacionais com operações e fornecedores no Leste Europeu.

O ISSP disse que, como o NotPetya, o novo vírus parece ser um software de contabilidade e pode ter como objetivo derrubar as redes quando a Ucrânia comemorar seu Dia da Independência, em 24 de agosto.

A polícia cibernética ucraniana disse em declaração que também detectou o novo vírus. O incidente não está "de forma alguma relacionado com os ataques cibernéticos globais como os que ocorreram em 27 de junho deste ano e agora estão totalmente sob controle", afirmou.

A polícia cibernética estatal e o Conselho de Segurança e Defesa disseram que a Ucrânia poderia ser alvo de um ataque no estilo do NotPetya para desestabilizar o país, que marca sua independência da União Soviética em 1991.

(Por Natalia Zinets)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos