Western Digital não buscará papel de gerência em unidade de chips da Toshiba, dizem fontes

TÓQUIO (Reuters) - A Western Digital, que faz parte de um grupo interessado na compra da unidade de chips de memória da Toshiba, não está buscando um papel de gerência no negócio, disseram à Reuters pessoas familiarizadas com o assunto na sexta-feira.

A Toshiba está se esforçando para vender sua unidade de memória flash para cobrir os prejuízos da Westinghouse, sua deficitária unidade nuclear nos Estados Unidos.

Um consórcio que inclui a Western Digital está oferecendo cerca de 1,9 trilhão de ienes (17,3 bilhões de dólares) pela divisão, com a empresa norte-americana oferecendo 150 bilhões de ienes ofertados por meio de bônus conversíveis, disseram fontes na quinta-feira.

A Western Digital não buscará direitos de voto inicialmente e promete limitá-los a não mais do que um terço, mesmo após a conversão de bônus em ações, disseram as pessoas nesta sexta-feira, que pediram condição anonimato porque as conversas são confidenciais.

A oferta conciliadora da Western Digital acontece em um momento em que executivos da Toshiba se mostram cautelosos em relação a um acordo envolvendo a unidade de chips, disseram as fontes.

Os laços entre as empresas se desfizeram rapidamente quando a Western Digital ter adquirido a SanDisk, parceira da unidade de chips de memória da Toshiba por 17 anos, em maio do ano passado, após não terem conseguido chegar a um acordo sobre os termos de um novo contrato de joint venture.

A Western Digital não quis comentar. A Toshiba disse que não poderia comentar os detalhes das negociações.

(Por Kentaro Hamada e Makiko Yamazaki; reportagem adicional por Taro Fuse)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos