Toshiba pode não concluir venda de unidade de chips até 31 de agosto, dizem fontes

TÓQUIO (Reuters) - A Toshiba pode não selar a venda de sua unidade de chips de memória, um negócio de 17,5 bilhões de dólares, no prazo autoimposto de 31 de agosto devido a desentendimentos sobre detalhes da oferta dos compradores, disseram pessoas familiarizadas com o assunto nesta terça-feira.

As negociações com o consórcio liderado pela Western Digital estão nas etapas finais, com a presença do chefe da empresa norte-americana no Japão para fechar os detalhes, disseram as fontes que pediram anonimato porque não estão autorizadas a falar com a mídia.

Os dois lados, no entanto, ainda não concordaram com detalhes específicos, como por exemplo, como limitar a participação futura da Western Digital no negócio, disseram as fontes, acrescentando que dois lados continuarão negociando.

(Por Taro Fuse e Makiko Yamazaki)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos