Google e Apple competem na área de realidade aumentada

SAN FRANCISCO (Reuters) - O Google, da Alphabet, revelou ferramentas para criar aplicativos de realidade aumentada para dispositivos móveis que utilizam o sistema operacional Android, estabelecendo a mais nova disputa com o iPhone, da Apple, sobre recursos da próxima geração de smartphones.

A realidade aumentada em telefones, em que objetos digitais se sobrepõem ao mundo real na tela, obteve um enorme impulso de popularidade com o jogo Pokémon Go. O jogo, lançado nos Estados Unidos em julho do ano passado, levou jogadores para as ruas, escritórios, parques e restaurantes da cidade para procurar os personagens animados coloridos.

O tecnologia do Google estará disponível pela primeira vez no Samsung Galaxy S8 e no Pixel, telefone do próprio Google. A empresa disse em uma postagem em um blog que espera disponibilizar o sistema, chamado ARCore, para pelo menos 100 milhões de usuários, mas não estabeleceu uma data para um lançamento amplo.

A Apple, em junho, anunciou um sistema similar chamado ARKit que planeja lançar no terceiro trimestre em "centenas de milhões" de dispositivos.

A Google e a Apple vão disputar a atenção dos clientes e desenvolvedores de software que construirão os jogos, guias de caminhada e outros aplicativos que tornariam a realidade aumentada uma característica atraente.

Muitos líderes da indústria de tecnologia prevêem um futuro em que óculos, para-brisas de carro e outras superfícies podem sobrepor a informação digital no mundo real. Google e Microsoft Corp já experimentaram óculos de realidade aumentada.

(Por Stephen Nellis)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos