Honda firma acordo de US$605 mi para cobrir recall de air bags da Takata

(Reuters) - A Honda Motor firmou acordo de 605 milhões de dólares nesta sexta-feira, cobrindo até 16,5 milhões de veículos norte-americanos com infladores de air bag potencialmente defeituosos da Takata.

O acordo abrange várias formas de danos econômicos ligados aos infladores, incluindo reclamações de que os veículos foram representados incorretamente como seguros e que os compradores pagaram em excesso por carro com air bags defeituosos.

A montadora japonesa se junta a outras fabricantes de veículos que fizeram acordos similares, concordando em tomar medidas adicionais para tentar acelerar os recalls de reparos dos air bags que possivelmente se rompem e causam sérios ferimentos ou mortes. Outras cinco montadoras firmaram acordos similares com valor em torno de 650 milhões de dólares.

Ao menos 18 mortes e 180 feridos em todo o mundo foram relacionados ao defeito que levou a Takata a pedir concordata em junho. Os infladores da empresa podem explodir sob força excessiva, lançando estilhaços metálicos dentro dos veículos. Das mortes, 17 foram em modelos da Honda.

Até o momento, 19 montadoras chamaram mais de 42 milhões de veículos no maior recall de segurança da história. A Takata espera que 125 milhões de carros e caminhões em todo o mundo retornem as fábricas devido à falha.

No mês passado, a Nissan desembolsou 97,7 milhões de dólares no recall de 4,4 milhões de veículos.

Em junho, um juiz federal dos Estados Unidos aprovou um acordo preliminar com Toyota Motor, Subaru, BMW e Mazda Motor, totalizando 553 milhões de dólares e 15,8 milhões de veículos com infladores da Takata.

(Por David Shepardson)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos