Telefonia fixa amplia base em 70.546 linhas em julho ante junho; TIM tem alta de 30,3%

SÃO PAULO (Reuters) - O segmento de telefonia fixa no Brasil ganhou em julho 70.546 novas linhas na comparação com junho, tendo a TIM como destaque entre as prestadoras do serviço, com crescimento de 30,3 por cento, informou nesta terça-feira a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Segundo o órgão regulador do setor, havia 41.271.708 linhas fixas em operação ao final de julho, sendo 17.080.343 para as autorizadas e 24.191.365 para as concessionárias.

A Anatel destacou, contudo, que a tendência é de queda nesta modalidade de serviço e atribuiu o aumento observado em julho a problemas de contabilização em meses anteriores por parte da Intelig.

Entre as autorizadas, a TIM liderou, com 164.086 novas linhas fixas em julho. Na outra ponta, a Telefônica Brasil foi a que registrou a maior queda mensal, com redução de 2.098 linhas.

Na comparação com julho do ano passado, a TIM adicionou 96.548 novas linhas. A Claro teve queda de 469.825 linhas, enquanto a Oi encolheu a base em 744.904 acessos e a Telefônica Brasil registrou redução de 354.106 linhas, afirmou a Anatel.

(Por Gabriela Mello)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos