Facebook diz que russos podem ter investido em propaganda ideológica

SAN FRANCISCO (Reuters) - O Facebook disse nesta quarta-feira ter descoberto que uma operação aparentemente baseada na Rússia gastou 100 mil dólares promovendo anúncios de divisão social e mensagens políticas em um período de dois anos até maio.

A rede social disse que muitas dessas propagandas promoveram 470 contas e paginas "falsas" que agora estão indisponíveis e disseminaram visões polarizadas em temas como imigração, raça e direitos homossexuais, em vez de apoiar um candidato político.

O Facebook informou a descoberta numa publicação do diretor de segurança da rede social e disse que está cooperando com as investigações federais em operações de influência durante as eleições presidenciais dos Estados Unidos.

(Por Joseph Menn)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos