Nissan lança versão do carro elétrico Leaf com mais autonomia e mira disputa com Tesla

CHIBA, Japão (Reuters) - A Nissan Motor lançou nesta quarta-feira uma renovação do veículo elétrico Leaf, que competirá diretamente com o Model 3, da Tesla, esperando neutralizar as críticas aos limites de autonomia, que minam o apelo dos veículos elétricos ao mercado de massas.

A montadora informou que quer "dobrar e até mesmo triplicar" as vendas anuais do modelo anterior, impulsionando a demanda em países como os Estados Unidos e preparando tecnologias para compensar uma autonomia de direção menor que as de outros rivais.

"Se for bem-sucedido, o Leaf será uma parte importante do portfólio da Nissan", disse o presidente-executivo Hiroto Saikawa no lançamento da nova versão do carro movido a bateria mais vendido no mundo. "Os veículos elétricos não serão mais um produto de nicho".

O carro, que estará à venda no Japão a partir de 2 de outubro e em outros locais no início de 2018, pode operar por 150 milhas (241 quilômetros) com uma única carga, de acordo com estimativas dos reguladores norte-americanos. O aumento em relação à versão anterior, que tinha 107 milhas de autonomia, se deve a uma bateria maior, de 40 kWh/hora.

O veículo custará a partir de 3,15 milhões de ienes (28.992 dólares).

O lançamento acontece após a montadora de carros elétricos de luxo Tesla fazer sua estreia na faixa de preços mais econômica do Leaf em julho com o Model 3, que tem autonomia de 220 milhas e custa 35 mil dólares. A Tesla disse que recebeu meio milhão de pedidos pelo Model 3, indicando o desafio que a Nissan tem em preservar a primeira posição do Leaf.

(Por Naomi Tajitsu)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos