Intel colabora com Waymo no desenvolvimento de tecnologia de direção autônoma

SAN FRANCISCO (Reuters) - A Intel Corp anunciou nesta segunda-feira uma colaboração com a Waymo, unidade de direção autônoma da Alphabet, dizendo que trabalhou com a empresa durante o desenvolvimento de sua plataforma de computador para permitir que carros autônomos processem informações em tempo real.

A maior fabricante de chips do mundo disse que as suas tecnologias para sensores de processamento, computação geral e conectividade foram usadas nas minivans híbridas Pacifica da Chrysler, que a Waymo tem usado desde 2015 para testar seu sistema de direção autônoma.

"À medida que a tecnologia autônoma da Waymo se torna mais inteligente e mais capaz, seu hardware e software de alto desempenho exigirão um cálculo ainda mais poderoso e eficiente", disse o presidente-executivo da Intel, Brian Krzanich, em uma declaração anunciando a colaboração.

A Intel, que anunciou a aquisição por 15 bilhões da empresa de visão autônoma Mobileye em março, está buscando expandir sua participação em veículos autônomos, uma indústria em rápido crescimento. Uma colaboração com a Waymo, que muitos especialistas consideram estar na vanguarda da tecnologia autônoma, aumenta o portfólio da fabricante de chips.

O anuncio também marcou a primeira vez que a Waymo reconheceu uma colaboração com um fornecedor. A empresa realizou a maioria de seu trabalho de desenvolvimento internamente.

A Intel começou a fornecer chips para o então programa de direção autônoma do Google em 2009, mas esse relacionamento tornou-se uma colaboração mais profunda quando o Google começou a trabalhar com a Fiat Chrysler Automobiles para desenvolver e instalar a tecnologia de condução autônoma da empresa nas minivans da montadora.

O Waymo, que desenvolveu seus próprios sensores, não está usando o sistema de visão autônomo criado pela Mobileye.

O CEO da Waymo, John Krafcik, disse que o processamento rápido é crucial para o desempenho de seus veículos autônomos.

"A tecnologia da Intel suporta o processamento avançado dentro de nossos veículos, com a capacidade de fabricar para satisfazer as necessidades da Waymo em escala", disse Krafcik em comunicado.

(Por Alexandria Sage)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos