Vendas de tablets no Brasil devem cair 6 por cento este ano, diz IDC

SÃO PAULO (Reuters) - As vendas do mercado brasileiro de tablets no Brasil devem recuar 6 por cento este ano, para 3,75 milhões de aparelhos, estimou a empresa de pesquisa de mercado de tecnologia IDC Brasil nesta segunda-feira.

A companhia calculou em 8 por cento a queda nas vendas da categoria no segundo trimestre sobre o mesmo período do ano passado, para 790 mil unidades, equivalentes a uma receita de 400 milhões de reais.

“Temos observado um comportamento agressivo dos fabricantes, com preços promocionais e brindes para frear a queda", afirmou em nota o analista de mercado da IDC Brasil, Wellington La Falce.

"Notamos que as empresas estão diversificando os produtos para gerar mais demanda...O mercado de tablets para o público infantil é bastante forte, mas produtos voltados para o idoso, por exemplo, estão entrando agora no radar", acrescentou.

No início do mês, a IDC afirmou que as vendas de computadores pessoais no Brasil devem crescer 1,2 por cento este ano, para 4,55 milhões de unidades. No segundo trimestre, o segmento teve alta de 5 por cento sobre um ano antes, para 1,24 milhão de unidades.

Já os celulares devem ter um impulso de 12,6 por cento nas vendas este ano, para 49 milhões de aparelhos, segundo a IDC. No segundo trimestre, as vendas subiram 5,9 por cento na comparação anual, para 12,8 milhões de unidades.

(Por Natália Scalzaretto)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos