Equifax diz que 100 mil canadenses provavelmente foram afetados por vazamento de dados

TORONTO, (Reuters) - A empresa de análise de crédito Equifax disse nesta terça-feira que os informações pessoais de 100 mil canadenses foram expostas em um grande vazamento revelado no início do mês.

A empresa disse que criminosos tiveram acesso a arquivos contendo informações pessoais de clientes canadenses - incluindo nomes, endereços, número de previdência social e, em alguns casos, número do cartão de crédito - através de um aplicativo que deveria ser usado por consumidores norte-americanos.

Foi a primeira estimativa de exposição de canadenses que a empresa forneceu desde que disse em 7 de setembro que canadenses e britânicos também estavam em risco com o ataque, no qual 143 milhões de norte-americanos foram expostos.

A presidente e diretora-geral da Equifax Canadá, Lisa Nelson, se desculpou com aqueles que podem ter sido afetados e reconheceu a frustração com a falta de clareza, dizendo que a empresa os informaria sobre quais medidas deveriam tomar.

A Equifax disse na semana passada que provavelmente precisaria contatar menos de 400 mil clientes britânicos cujas informações pessoais podem ter sido acessadas no vazamento.

(Por Alastair Sharp)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos