Chinesa Weibo vai recompensar cidadãos que denunciarem conteúdos com iPhones e tablets

PEQUIM (Reuters) - A rede social chinesa Weibo Corp está procurando recrutar cidadãos para ajudar a eliminar conteúdo sensível de sua plataforma, recompensando aqueles que relatam o maior número de postagens ofensivas com iPhones e tablets.

A plataforma publicou um comunicado na quarta-feira dizendo que estava procurando os primeiros 1.000 "supervisores do Weibo" como parte de um programa supervisionado pela divisão de Pequim da Administração do Ciberespaço da China (CAC), o principal orgão de controle da Internet no país.

A CAC multou na segunda-feira a Weibo junto com as gigantes de tecnologia rivais Tencent Holdings e Baidu por não terem censurado adequadamente conteúdo ilegal em seu site, incluindo artigos políticos e comentários sociais, bem como violência, notícias falsas e nudez.

Os candidatos bem-sucedidos ao novo programa da Weibo devem marcar mais de 200 postagens por mês para receber um salário de 200 iuanes (30,13 dólares). Os 10 supervisores que denunciarem mais postagens por mês receberão prêmios, como iPhones.

(1 dólar = 6,6378 iuanes)

(Por Cate Cadell)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos