Primeira-ministra britânica considera "desproporcional" proibição para Uber operar em Londres, diz BBC

(Reuters) - A primeira-ministra britânica, Theresa May, disse que a decisão do órgão regulador de transporte de Londres de tirar a licença de operação da Uber Technologies é "desproporcional" e coloca milhares de empregos em risco, de acordo com uma reportagem da BBC nesta quinta-feira.

O órgão Transport for London (TfL) disse na sexta-feira passada que a abordagem e a conduta da empresa de transportes urbanos norte-americana não eram adequadas e anunciou que a atual licença para operar na capital inglesa da Uber não será renovada quando expirar em 30 de setembro.

"Eu quero ver igualdade de condições. Acho que a proibição é desproporcional", disse May em entrevista à BBC.

(Por Ismail Shakil)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos