UE vai propor novos regras tributárias para setor online em 2018, diz Juncker

TALLINN (Reuters) - A Comissão Europeia vai propor novas regras no próximo ano para garantir que o setor online pague sua parcela justa de impostos, disse o presidente Jean-Claude Juncker nesta sexta-feira.

Os críticos dizem que as empresas de Internet, como Google ou Facebook, pagam impostos muito baixos na UE, transferindo lucros para países com carga tributária menor, como Luxemburgo ou Irlanda. A UE ameaçou avançar sozinha em vez de esperar que as nações ricas do mundo cheguem a um acordo.

"Somos da opinião que, no setor digital, o imposto deve ser pago onde é devido, seja online ou seja offline", disse Juncker em uma coletiva de imprensa após uma conferência dos líderes da UE na Estônia.

"A Comissão vai propor no próximo ano novas regras em matéria de tributação justa e efetiva que garantam segurança jurídica e condições igualitárias para todos", ele acrescentou.

Nem todos os países da UE concordam em como o setor digital deveria ser tributado, mas Juncker disse que acredita que eles chegarão a um acordo.

(Por Philip Blenkinsop e Robert-Jan Bartunek)

((Tradução Redação São Paulo 56447764))

REUTERS NS RBS

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos