Disney e Altice chegam a acordo que evita saída da ESPN

LOS ANGELES, (Reuters) - A Walt Disney e a operadora de TV a cabo Altice selaram um acordo prévio de programação que mantém a ESPN e outros canais nas casas de milhões de clientes de TV por assinatura na região de Nova York.

Disney e Altice têm brigado sobre o valor que a operadora pagaria para continuar usando ESPN, ABC e outros canais em seu serviço Optimum. Ambas estão sob pressão com a redução de clientes devido ao corte de TV por assinatura, com a audiência optando por serviços de streaming mais baratos.

"Chegamos a um acordo em princípio e estendemos o prazo do acordo para tentar finalizar os termos", disseram as empresas em comunicado conjunto no domingo.

O acordo de última hora aconteceu com a Disney se preparando para tirar canais da Optimum. Isso pode ter impedido clientes de ver os playoffs do beisebol na terça-feira, bem como o "Monday Night Football" e outros programas. Um apagão pode ter provocado uma fuga de clientes para outras opções.

A Disney assegurou aumento de tarifas para a ESPN, a afiliada local WABC e outras grandes redes, segundo fontes a par das conversações que pediram anonimato o assunto é sigiloso.

O valor dos aumentos não foi divulgado. A Altice disse em setembro que se ofereceu para pagar taxas maiores, mas chamou a proposta da Disney de "ultrajante" naquele momento.

(Por Lisa Richwine;reportagem adicional de Anjali Athavaley)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos