Facebook retira página do ar e limita publicações de bilionário chinês exilado nos EUA

XANGAI (Reuters) - O Facebook retirou do ar uma página afiliada ao bilionário exilado Guo Wengui, considerado o fugitivo de nível mais alto da China, e temporariamente restringiu sua capacidade de publicar em seu perfil, citando violações de seus padrões comunitários.

Guo, que está morando em Nova York, tem usado as redes sociais para fazer uma série de acusações incendiárias, embora em grande parte não verificáveis, de corrupção nos altos níveis do governo chinês.

Sua campanha foi agendada para causar o máximo impacto antes do importante congresso deste mês do Partido Comunista da China, que é realizada apenas uma vez a cada cinco anos.

Uma porta-voz do Facebook disse que a empresa tirou do ar no sábado uma página relacionada a Guo e temporariamente restringiu sua capacidade de publicar informações em uma página de perfil porque a "informação de identificação pessoal" parecia violar dos padrões da comunidade do Facebook.

"Queremos que as pessoas se sintam livres para compartilhar e se conectar no Facebook, além de se sentirem seguras, por isso não permitimos que as pessoas publiquem a informação pessoal de outras pessoas sem o seu consentimento", disse ela na segunda-feira.

A porta-voz declinou dizer onde a queixa inicial sobre o conteúdo da página e do perfil de Guo tinha vindo, mas acrescentou que qualquer um poderia denunciar uma possível violação.

Guo, que deixou a China em 2014, não respondeu imediatamente a um pedido de comentário. O governo chinês bloqueia o acesso ao Facebook em toda a China.

(Por John Ruwitch)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos