Estatal italiana CDP pode considerar investimento na Telecom Italia, diz presidente do conselho

ROMA (Reuters) - A estatal italiana Cassa Depositi e Prestiti (CDP) avaliaria investir na Telecom Itália se o governo a pedisse para exercer os chamados poderes de ouro, disse nesta terça-feira o presidente do conselho de administração da empresa.

O governo da Itália está atualmente investigando se a maior acionista da Telecom Italia, a francesa Vivendi, violou a obrigação de notificá-lo do controle efetivo do ex-monopólio estatal de telefonia, que é considerado um ativo estratégico.

Se a investigação mostra que a empresa francesa tem o controle real da italiana, Roma pode concluir que tem o direito de exercer poderes especiais, que variam desde uma multa até possivelmente exigência de venda de ativos-chave.

O presidente da CDP, Claudio Costamagna, disse à La7 TV que o investimento existente de 50 por cento da estatal no grupo de banda larga Open Fibra continua sendo uma prioridade.

"Mas, se o governo pedisse que entrássemos na Telecom ao exercer o poder de ouro, estudaríamos para ver se era vantajoso ou não", disse ele.

(Por Stefano Bernabei)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos