Com apoio da Boeing, avião para passageiros elétrico pode chegar ao mercado em 2022

NOVA YORK (Reuters) - Uma startup da região de Seattle, com apoio das unidades da Boeing e JetBlue Airways, anunciou planos nesta quinta-feira para colocar uma pequena aeronave elétrica híbrida no mercado até 2022.

O modelo é o primeiro de vários aviões planejados pela Zunum Aero, que disse que poderá acomodar até 12 passageiros e ser acionada por dois motores elétricos, reduzindo drasticamente o tempo e o custo de viagens abaixo de 1.600 quilômetros.

Os planos e o cronograma de Zunum ressaltam a pressa de desenvolver pequenas aeronaves elétricas com base em tecnologia de bateria em rápida evolução e sistemas de inteligência artificial que evitem obstáculos em uma estrada ou no céu.

Em um projeto separado, mas com relacionado a esse, a Boeing disse nesta quinta-feira que planeja adquirir uma empresa especializada em voos com aeronaves elétricas e autônomas para ajudar seus próprios esforços no desenvolvimento de tais aeronaves.

Várias empresas, incluindo Uber Technologies [UBER.UL] e empresa aérea europeia Airbus, estão trabalhando em carros autônomos movidos por energia elétrica.

(Por Alwyn Scott)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos