Luxemburgo pede que Amazon reserve 250 mi de euros em impostos devidos à UE

LUXEMBURGO (Reuters) - Luxemburgo pedirá que a varejista online Amazon reserve os 250 milhões de euros que a Comissão Europeia ordenou que a companhia devolvesse em impostos, enquanto as partes avaliam se vão ou não apelar da decisão.

Na quarta-feira, a Comissão levou a Irlanda à corte por não ter recuperado até 13 bilhões de euros em impostos devidos pela Apple.

"Está claro que a Amazon terá que efetuar o pagamento, conforme solicitado. O dinheiro será mantido em uma conta separada até o resultado do procedimento", afirmou o porta-voz do Ministério de Finanças de Luxemburgo.

Em outros casos de vantagens fiscais ilegais, como o da Fiat em Luxemburgo, da Starbucks na Holanda e o esquema belga para 35 companhias, o dinheiro também foi recuperado mesmo antes das apelações se esgotarem, informou a Comissão Europeia.

(Por Michele Sinner)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos