Prefeito de Londres saúda humildade do CEO do Uber após perda da licença

LONDRES (Reuters) - O prefeito de Londres, Sadiq Khan, saudou a humildade demonstrada pelo presidente-executivo da Uber após a cidade retirou a licença de operação do serviço de transportes, mas novamente criticou a administração local companhia nesta quinta-feira.

O Transporte para Londres (TfL) chocou a Uber no mês passado, julgando-a imprópria para administrar o serviço de transportes por aplicativo e recusando-se a renovar a licença da empresa, citando sua abordagem para denunciar crimes e verificar antecedentes de motoristas.

O presidente-executivo da Uber, Dara Khosrowshahi, se reuniu com o comissário da TfL, Mike Brown, na terça-feira para discussões que os dois lados descreveram como "construtivas". Khan disse que não conversou com o presidente da empresa.

Khan, um político de centro-esquerda do Partido Trabalhista, de oposição, criticou repetidamente a liderança da Uber na Grã-Bretanha, dizendo anteriormente que, em vez de contratar "um exército de especialistas em relações públicas e um exército de advogados", precisava abordar as questões levantadas pela TfL.

Mas o prefeito, que também é presidente da TfL, comparou esse posicionamento com Khosrowshahi, que pediu desculpas pelos erros da empresa em uma carta aberta aos londrinos na semana passada.

"O que me dá confiança sobre a decisão do TfL é o fato de que o presidente-executivo global da Uber pediu desculpas a Londres", disse Khan à LBC Radio.

"Eu acho que isso é um bom presságio em relação à humildade que não foi exibida pela empresa em Londres ou no Reino Unido", disse ele.

(Por Costas Pitas; reportagem por Andy Bruce)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos