Nvidia lança nova geração de chips para carros totalmente autônomos

LONDRES (Reuters) - A fabricante de chips gráficos Nvidia lançou nesta terça-feira os primeiros chips de computação para veículos totalmente autônomos e disse que tem mais de 25 clientes trabalhando em inovações como táxis robóticos e caminhões para longa distância.

A Deutsche Post DHL, maior empresa de logística e correio do mundo, e a ZF, grande fornecedora de peças automotivas, planejam implantar uma frota de caminhões autônomos baseados nos novos chips a partir de 2019, disse a Nvidia.

A terceira geração da linha automotiva Drive PX, da Nvidia, cujo apelido é Pegasus, é formada por chips do tamanho de uma placa de carro, mas com poder de processamento de um datacenter.

Eles podem lidar com 320 trilhões de operações por segundo, representando um aumento de quase 13 vezes em relação à potência da atual série PX 2. Esta melhora dramática é uma pré-condição para o desenvolvimento e testes de futuros veículos autônomos, disseram especialistas.

"A Nvidia está um passo à frente. Mas é certo que Intel, NXP e Bosch (fabricantes rivais) não estão muito atrás", disse Luca De Ambroggi, principal analista de equipamentos eletrônicos automotivos da empresas de pesquisas de mercado IHS Markit.

O diretor automotivo da Nvidia, Danny Shapiro, disse que vários dos primeiros 25 clientes que usarão os chips Pegasus vão focar em táxis robóticos, que não terão volantes nem freios e circularão apenas em rotas definidas.

A linha Pegasus estará disponível em meados de 2018 para que as montadoras comecem a desenvolver veículos e testem algoritmos de software necessários para controlar futuros carros autônomos, disseram executivos da Nvidia nesta terça-feira.

(Por Eric Auchard)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos