Qualcomm abre processo na China para proibir iPhones, diz Bloomberg

(Reuters) - A Qualcomm abriu ações judiciais na China visando suspender a fabricação e venda de iPhones no país, informou a Bloomberg nesta sexta-feira.

A Qualcomm moveu os processos em um tribunal de propriedade intelectual em Pequim, alegando infrações de patentes, disse a Bloomberg, citando uma porta-voz da Qualcomm.

A Apple está travando uma batalha legal global contra a prática de longa data da Qualcomm de cobrar uma porcentagem sobre o preço total dos iPhones e outros dispositivos da Apple como uma taxa de licenciamento por suas patentes.

Apple e Qualcomm não responderam imediatamente a pedidos de comentários da Reuters.

(Por Aishwarya Venugopal)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos