Ações da IBM disparam após resultado trimestral, mas analistas mantêm cautela

(Reuters) - As ações da IBM subiam cerca de 9 por cento nesta quarta-feira, depois que a primeira grande empresa de computação do mundo superou as expectativas de receita para o terceiro trimestre e apresentou uma perspectiva que sugeriu estar de volta à rota de crescimento após seis anos de retração.

Não houve sinal inicial de mudanças nas principais recomendações de negociação de corretagem ou preço-alvo para a International Business Machines e a maioria evitou chamar o movimento de reviravolta completa da empresa.

Mas os resultados levaram a um salto nas ações da empresa, que estão sendo negociadas a cerca 160 dólares, com a maior alta diária desde 2009, em contraste com o declínio acumulado no ano de 12 por cento até a sessão passada.

Embora a IBM tenha lutado mais do que seus pares, como a Oracle e a Microsoft, para ajustar sua abordagem a um mercado em mudança, o desempenho trimestral do seu negócio de software foi notável dada a presença nos principais mercados de software, escreveu em nota o analista John DiFucci da Jefferies.

A receita da IBM caiu durante 22 trimestres seguidos, uma vez que a fraca demanda de clientes manteve estagnado seus negócios legados de hardware e software.

Os resultados mostraram que a receita do negócio da IBM em nuvem, cibersegurança e análise de dados aumentou 11 por cento para 8,8 bilhões de dólares no trimestre, representando cerca de 46 por cento da receita total.

A receita de software da empresa também cresceu pela primeira vez após 13 trimestres consecutivos de quedas.

Dos 25 analistas que cobrem a ação, apenas 6 têm uma classificação "compra" ou superior, 15 estão em "mantém" e 4 têm uma "venda" ou menor. Eles têm preço-alvo médio de 154,50 dólares.

(Por Supantha Mukherjee e Sonam Rai)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos