Lucro da SAP fica abaixo do esperado com custos de migração para nuvem

Por Douglas Busvine e Eric Auchard

FRANKFURT/LONDRES (Reuters) - A SAP, empresa de tecnologia mais valiosa da Europa, não atingiu as expectativas do mercado para o lucro do terceiro trimestre, uma vez que investiu fortemente para migrar os clientes corporativos para a computação em nuvem.

A fabricante alemã de software está em meio a uma transição para oferecer serviços baseados em nuvem para seus clientes empresariais e indicou que teria em 2017 uma redução na margem de lucro, à medida que investe em centros de dados e realocação de funcionários.

As ações da SAP caíram 1,6 por cento no início do pregão em Frankfurt, mesmo quando a administração aumentou ligeiramente a orientação do ano para a receita e o lucro. A empresa prevê uma recuperação no próximo ano.

A receita para a provedora de software de planejamento de negócios alemã cresceu 8 por cento para 5,59 bilhões de euros em relação ao ano anterior, ficando abaixo da previsão média de 5,71 bilhões de euros de 16 analistas, mostrou uma pesquisa da Reuters.

O lucro, excluindo itens especiais, aumentou 4 por cento para 1,64 bilhão de euros a uma taxa de câmbio constante, segundo a SAP, abaixo dos 1,69 bilhão de euros esperados pelos analistas, conforme apontou o levantamento da Reuters.

A empresa elevou levemente a orientação para o lucro operacional do ano para entre 6,85 bilhões a 7 bilhões de euros e disse que a receita total de 2017 ficará na faixa de 23,4 bilhões a 23,8 bilhões de euros, registrando um crescimento ano a ano em torno de 6 a 8 por cento, excluindo os efeitos cambiais.

No encerramento dos negócios na última quarta-feira, a empresa estava avaliada em 137 bilhões de dólares, e suas ações permanecem perto de patamar recorde alcançado em junho.

(Por Douglas Busvine e Eric Auchard)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos