Kaspersky diz que conseguiu suposto código de haking da NSA de um computados nos EUA

SAN FRANCISCO (Reuters) - A Kaspersky Lab, com sede em Moscou, reconheceu nesta quarta-feira que o seu software de segurança capturou o código-fonte de uma ferramenta secreta de haking norte-americana de um computador pessoal nos Estados Unidos.

A admissão foi feita em uma declaração da empresa apresentando os resultados preliminares de uma investigação interna, iniciada depois da divulgação de notícias de que o governo russo utilizou o software antivírus da Kaspersky para apoderar-se da tecnologia da Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA, na sigla em inglês).

Os temores sobre os laços da empresa com a inteligência russa, e a capacidade de seu software antivírus para encontrar e remover arquivos, provocaram uma série de alertas e ações das autoridades norte-americanas em 2016. O movimento culminou com o Departamento de Segurança Interna dos EUA, no mês passado, proibindo as agências governamentais norte-americanas de usarem produtos da Kaspersky.

Em comunicado, a empresa disse que encontrou o código em 2014, um ano antes do que os jornais noticiaram recentemente. A Kaspersky afirmou que seus registros mostraram que a versão para consumidores do popular produto estava analisando um software questionável em um computador dos EUA e encontrou um arquivo zip que foi classificado como malicioso.

Ao analisar o conteúdo do arquivo, um analista descobriu que continha o código-fonte de uma ferramenta de hacking posteriormente atribuída ao que a Kaspersky chama de Equation Group. O analista relatou o ocorrido ao presidente-executivo da empresa, Eugene Kaspersky, que ordenou que a cópia do código fosse destruída, segunda a empresa.

"Na sequência de um pedido do presidente-executivo, o arquivo foi excluído de todos os nossos sistemas", afirmou a empresa. A Kaspersky afirmou que nenhum terceiro viu o código, embora a mídia tenha relatado que a ferramenta de espionagem acabou nas mãos do governo russo.

(Por Joseph Menn)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos