Montadoras planejam 400 estações de carregamento de carros elétricos na Europa até 2020

FRANKFURT (Reuters) - Um grupo de montadoras, a maioria alemãs, vai abrir estações ultrarrápidas de carregamento de veículos elétricos neste ano e planeja uma rede pan-europeia com 400 pontos até 2020, na esperança de diminuir a liderança da Tesla.

Notícias sobre a iniciativa, anunciada pela primeira vez há um ano, foram muito antecipadas, já que os governos pressionam por melhorias na infraestrutura que encorajariam os motoristas a mudar para carros elétricos.

A Ionity, joint venture de BMW, Ford, Daimler e Volkswagen com as marcas Audi e Porsche, quer abrir 20 estações para o público este ano na Alemanha, Noruega e Áustria. Elas ficarão a 120 quilômetros de distância uma da outra e serão operadas em parceria com Tank & Rast, Circle K e OMV.

"A primeira rede de HPC pan-europeia representa um papel essencial no estabelecimento de um mercado para veículos elétricos", disse o presidente-executivo da Ionity, Michael Hajesch, nesta sexta-feira. Ele afirmou também que as estações receberão pagamentos por meios digitais.

A Ionity ainda está em negociações com fornecedores de estações de carregamento e uma decisão deve ser tomada em breve, disse uma porta-voz, que não quis dizer quanto a joint venture vai investir.

(Por Ilona Wissenbach, Douglas Busvine e Christoph Steitz)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos