Airbnb aplica limite automático de aluguel em região central de Paris

Por Dominique Vidalon

PARIS (Reuters) - O site de aluguel por curto prazo Airbnb, que tem desafiado as operadoras de hotéis tradicionais, como a Accor e a Marriott, disse que vai limitar automaticamente o número de dias em que os seus anfitriões podem alugar os imóveis a cada ano no centro de Paris.    A decisão, que entrará em vigor em janeiro e acompanha iniciativas já em vigor em Londres e Amsterdã, forçará os anfitriões a cumprir efetivamente o limite oficial da França de locação de curta duração de 120 dias por ano para uma residência principal.    O movimento acontece enquanto o Airbnb, como seu par de viagens compartilhadas Uber, enfrenta uma crescente tentativa de legisladores em todo o mundo -desencadeada em parte pelo lobby da indústria hoteleira-, que vê o serviço de aluguel como uma concorrência desleal.    Em Paris, o limite de aluguel automático será aplicado somente aos quatro principais bairros da cidade, a menos que o proprietário tenha uma autorização adequada. Essas regiões incluem locais turísticos como o bairro Marais e marcos históricos, como o Louvre e a Place de la Concorde.    O Airbnb está implementando o limite, à medida que o conselho de Paris tornou obrigatório, a partir de dezembro, que as pessoas que alugam seus apartamentos em sites de aluguel de curto prazo devem registrar suas propriedades na prefeitura.

O assessor de habitação do prefeito de Paris, Ian Brossat, disse à Reuters que o limite deveria se estender a toda cidade.

"De acordo com a lei, os sites devem retirar (ofertas de aluguel) que não cumprem a lei em toda Paris. Não se pode aceitar que um site cumpra a lei somente nos quatro principais bairros da cidade."    Com mais de 400 mil anúncios, a França é o segundo maior mercado do Airbnb depois dos Estados Unidos. Paris, que é a cidade mais visitada do mundo, é o maior mercado único da empresa, com 65 mil residências disponíveis para locação.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos