Brasileiro IG4 pretende captar US$400 mi para investimentos em empresas em dificuldades

SAO PAULO (Reuters) - A IG4 Capital Investimentos está criando um novo fundo de private equity de 400 milhões de dólares visando investimentos em empresas brasileiras em dificuldades, disse o fundador Paulo Mattos à Reuters nesta quarta-feira.

Mattos espera investir em até oito empresas no setor imobiliário, de infraestrutura e industriais que estejam em "situação especial". Essas podem ser empresas com um fardo de dívida insustentável, com acionistas controladores envolvidos em investigações de corrupção e enfrentando problemas regulatórios, disse Mattos.

Mattos lembrou que os bancos brasileiros têm em carteira um grande volume de imóveis tomados como colateral em empréstimos, e que há oportunidades interessantes de investimento entre empresas da cadeia automotiva.

O primeiro fundo do IG4 arrecadou 400 milhões de reais (124 milhões de dólares) para investir na companhia de saneamento Iguá Saneamento. A empresa, anteriormente conhecida como CAB Ambiental, foi adquirida em julho da Galvão Engenharia, um dos conglomerados de construção do Brasil forçados a vender ativos depois de ter sido atingida pela operação Lava Jato.

O segundo fundo arrecadou 100 milhões de dólares até o momento com o Park Hill Group, uma divisão da PJT Partners, atuando como agente de colocação, disse Mattos. Mattos, ex-executivo da GP Investments, fundou sua própria empresa em 2015.

(Por Tatiana Bautzer)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos