Skype é removido de lojas de aplicativos de Apple e Android na China

Por Cate Cadell

PEQUIM (Reuters) - O serviço de ligações e mensagens Skype, da Microsoft, desapareceu das lojas de aplicativos na China, incluindo a App Store da Apple, no mais recente revés para um serviço de tecnologia estrangeira no país.

A Apple, respondendo a perguntas sobre a ausência do Skype, no final da última terça-feira, disse que havia removido vários aplicativos de ligações telefônicas da App Store na China depois que o governo do país informou que esses serviços violavam leis locais. [nL1N1NR0U4]

A Administração do Ciberespaço da China, que supervisiona a tecnologia censurada, não respondeu ao pedido de comentários da Reuters.

De acordo com consultas da Reuters nesta quarta-feira, o Skype não estava disponível em lojas de aplicativos na China supervisionadas pela Apple, Tencent Holdings e Qihoo 360 Technology. A loja de aplicativos do Google, pertencente à Alphabet, não está disponível no país.

Microsoft, Tencent e Qihoo 360 não responderam aos pedidos de comentários.

A China aumentou o escrutínio sobre a internet este ano, pedindo que as empresas removam centenas de aplicativos que permitem aos usuários se comunicar de forma confidencial ou burlar o chamado "Great Firewall", sistema que restringe o acesso a sites e redes sociais estrangeiras.

As autoridades cibernéticas ​​também interromperam periodicamente serviços, como o Whatsapp, aplicativo de mensagens criptografadas do Facebook, nos últimos dois meses.

(Por Laharee Chatterjee e Cate Cadell)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos