Nasdaq planeja contrato futuro de bitcoin em 2018

Por John McCrank

NOVA YORK (Reuters) - A Nasdaq planeja lançar um contrato de futuro de bitcoin em 2018, tornando-se a terceira bolsa a ter contratos de derivativos dos Estados Unidos vinculados à moeda digital, disse uma fonte com conhecimento do assunto nesta quarta-feira.

O preço da bitcoin somou 11 mil dólares nesta quarta-feira, menos de um dia depois de passar a marca de 10 mil dólares e aumentou mais do que 10 vezes em valor neste ano, aumentando preocupações com uma bolha.

O CME Group, maior bolsa de derivativos do mundo, e a CBOE disseram que planejam lançar produtos futuros com base em bitcoin neste ano, projetos que ainda carecem de aprovação regulatória, ajudando a gerar o aumento da criptomoeda.

Enquanto a Nasdaq não tenha data para lançar o seu produto, a operadora ofereceu um papel baseado em bitcoin em sua unidade de Estocolmo desde 2015.

A Nasdaq se juntou à gestora VanEck, com sede em Nova York, para desenvolver o contrato de futuros, que será liquidado pela Options Clearing Corporation (OCC), que liquida todos os produtos futuros da Nasdaq, segundo a fonte.

Diferente do CME e do CBOE, na Nasdaq o derivativo será referenciado em um índice que considera os preços de mais de 50 bolsas de bitcoins, disse a fonte.

A CME disse que o futuro do bitcoin será baseado na Taxa de Referência de Bitcoin FC (BRR), que atualiza o preço da criptomoeda uma vez por dia em dólar e atualmente considera preços de quatro bolsas de bitcoins. A CBOE precificará seu futuro bitcoin pela Gemini Trust, moeda digital criada pelos irmãos Cameron e Tyler Winklevoss.

(Por John McCrank)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos