Custos de direção autônoma podem cair até 90% em 2025, diz CEO da Delphi

DETROIT (Reuters) - A Delphi Automotive, que está mudando seu nome para Aptiv, quer reduzir o custo de veículos autônomos em mais de 90 por cento, para cerca de 5 mil dólares, até 2025, de acordo com o presidente-executivo Kevin Clark.

A ação da Aptiv, que começa a ser negociada na terça-feira sob o ticker APTV na bolsa de Nova York, também quer ajudar as montadoras a repensar a forma como os veículos são projetados e montados e ganhar dinheiro com os dados gerados por veículos elétricos autônomos.

A Delphi Technologies, uma companhia separada, continuará a ser listada sob o símbolo DLPH e focará em componentes tradicionais de motores. A Aptiv se concentrará em direção autônoma e outras tecnologias.

Embora as atuais estimativas para o custo de um pacote de hardware e software para direção autônoma variem de 70 mil a 150 mil dólares, "o custo do conjunto de direção autônoma até 2025 diminuirá para cerca de 5 mil dólares, devido ao desenvolvimento da tecnologia e o (maior) volume", disse Clark em entrevista.

Uma das maiores oportunidade para a redução de custos, disse Clark, acontecerá com as montadoras, em parceria com companhias como a Delphi/Aptiv começando a refazer a engenharia básica das plataformas dos veículos, especificamente para acomodar motores elétricos, baterias e sensores automotivos.

"Olhando daqui cinco a dez anos, considerando a quantidade softwares inseridos nos carros, a complexidade dos sistemas (de direção autônoma) e infotenimento, a arquitetura básica do veículo precisa ser repensada", ele disse.

(Por Paul Lienert)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos