Principal tribunal da União Europeia decidirá se Uber é aplicativo digital ou serviço de táxi

BRUXELAS (Reuters) - Um debate na Europa sobre se o aplicativo de transportes urbanos Uber é simplesmente uma empresa digital ou um provedor de serviço de transportes será decidido pelo principal tribunal da União Europeia, que vai divulgar seu veredicto na quarta-feira em um caso muito aguardado.

Embora uma decisão de que o Uber é uma empresa de transportes provavelmente não mudará a maneira como opera, isso dará a autoridades locais na UE um sinal verde para regulamentar a startup norte-americana como uma companhia de táxi tradicional, com obrigações que variam de licenciamento até seguro.

O Uber - que tem colidido com reguladores locais e nacionais na Europa desde seu lançamento no continente há seis anos - diz que é simplesmente um aplicativo digital que atua como um intermediário entre motoristas e clientes que buscam uma corrida.

As leis da UE protegem serviços online de restrições indevidas e os governos nacionais devem notificar a Comissão Europeia sobre quaisquer medidas para regulamentá-los, para que possa garantir que não sejam discriminatórias ou desproporcionais.

Os serviços de transportes, por outro lado, são regulamentados local e nacionalmente e não há supervisão prévia da UE para novas regras.

"Qualquer decisão não mudará as coisas na maioria dos países da UE em que já operamos sob a lei de transportes", disse uma porta-voz do Uber.

Em maio, um conselheiro do Tribunal de Justiça da União Europeia disse que o Uber deveria ser considerado um provedor de transporte, considerando que faz muito mais do que apenas conectar oferta e demanda. Embora sua opinião não seja vinculativa, os juízes costumam seguir tais orientações.

(Por Julia Fioretti)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos