Ação da Pharol dispara 6% após aprovação do plano de recuperação judicial da Oi

LISBOA (Reuters) - As ações da holding Pharol , maior acionista da Oi , avançavam 6 por cento, para 0,29 euro, em Lisboa, na manhã desta quarta-feira, após os credores da operadora brasileira aprovarem um crucial plano de recuperação judicial, segundo operadores.

"A Pharol está subindo depois de a assembleia de credores da Oi, onde a Pharol é a maior acionista, ter aprovado o plano derecuperação judicial, o que abre caminho para a sua recuperaçãoe é muito bom para a Pharol", disse o operador na OreyiTrade José Novo.

A aprovação do plano significa que a operadora de telecomunicações brasileira não será desmembrada, com os credores tranformando a dívida da Oi em capital e os atuais acionistas, como é o caso da portuguesa Pharol, diluídos, mas com melhores garantias sobre a continuidade futura da empresa.

Caso a assembleia rejeitasse o plano de recuperação, o futuro da operadora estaria ameaçado por um processo de liquidação.

A holding Pharol detém 27,5 por cento da Oi, depois dafracassada fusão da empresa com a Portugal Telecom. Outro dosacionistas é o fundo Société Mondiale, que detém 6,5 por cento da operadora.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos