BMW quer vender 500 mil veículos elétricos e híbridos até o fim de 2019

FRANKFURT (Reuters) - A montadora alemã BMW quer mais do que dobrar o número de veículos elétricos e híbridos que já vendeu, para 500 mil até o fim de 2019, disse o presidente-executivo Harald Krueger à publicação alemã WirtschaftsWoche.

Só em 2018, as entregas de veículos elétricos devem crescer para um "percentual médio de dois dígitos", disse ele.

Pioneira em carros elétricos, a BMW lançou o modelo hactch i3 em 2013, mas as vendas foram relativamente baixas e a administração tem enfrentado dificultados sobre se tornar totalmente elétrica.

Mas isso mudou em setembro, quando o grupo sediado em Munique disse que irá se preparar para a produção em massa de veículos elétricos e quer ter 12 modelos totalmente elétricos até 2025 com autonomia de até 700 km.

O grupo disse na segunda-feira que havia atingido sua meta de vender 100 mil carros totalmente elétricos este ano ao redor do mundo, beneficiando-se da forte demanda na Europa ocidental e nos Estados Unidos por modelos como o i3 e as duas séries do híbrido plug-in Active Tourer.

Ele disse que a montadora irá, apesar disso, continuar fabricando e vendendo carros de motores a combustão para ajudar a financiar uma transição gradual para carros elétricos.

(Por Maria Sheahan)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos