GoPro corta até 300 empregos em divisão de produtos aéreos, diz site

(Reuters) - A fabricante de câmeras de ação GoPro está cortando cerca de 200 a 300 vagas de emprego em sua divisão de produtos aéreos nesta semana, informou na quinta-feira o site de notícias de tecnologia TechCrunch.

Os cortes são parte de uma reestruturação mais ampla na empresa, noticiou o TechCrunch, citando uma carta enviada aos funcionários afetados.

Os empregados foram liberados da função na quinta-feira, mas continuarão na folha de pagamento até 16 de fevereiro, disse o site, citando fontes.

A GoPro, cujas câmeras são usadas por surfistas, paraquedistas e outros viciados em atividades radicais, tem enfrentado problemas nos últimos anos, conforme surgem rivais mais baratas e ferramentas em smartphones com câmeras cada vez mais avançadas.

A GoPro não respondeu ao pedido de comentário fora do horário comercial.

(Por Kanishka Singh em Bengaluru)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos