Apple deve tomar medidas contra o vício de jovens em celulares, dizem dois grandes investidores

Por Elizabeth Dilts

NOVA YORK (Reuters) - Os acionistas da Apple Jana Partners e o Sistema de Aposentadoria dos Professores do Estado da Califórnia (CalSTRS)estão pedindo que a fabricante de smarthphones tome medidas para lidar com o que eles classificam de o crescente vício de jovens em iPhones da Apple, disse Charles Penner, sócio do Jana.

Jana, um dos principais acionistas da empresa norte-americana, e o CalSTRS, um dos maiores planos de previdência pública dos Estados Unidos, enviaram uma carta para a Apple no sábado pedindo à empresa que considere o desenvolvimento de um software que permita aos pais limitar o uso do telefone, relatou o Wall Street Journal no domingo.

Jana e CalSTRS, que juntos têm cerca de 2 bilhões de dólares em ações da Apple, também pediram à empresa para estudar o impacto do uso excessivo de celulares na saúde mental, de acordo com o jornal norte-americano.

A questão do vício em telefone entre os jovens se tornou uma preocupação crescente nos Estados Unidos, com pais relatando que seus filhos não conseguem se afastar dos celulares. CalSTRS e Jana se preocupam que a reputação e as ações da Apple podem ser prejudicadas se não lidar com essas preocupações, de acordo com o WSJ.

A questão do vício em celular ganhou visibilidade quando a cantora e ex-atriz da Disney Selena Gomez, 24, cancelou uma turnê mundial em 2016 para fazer terapia para tratar de depressão e baixa autoestima, sentimentos que ela relacionou ao seu vício em redes sociais e ao aplicativo de compartilhamento de fotos Instagram.

A CalSTRS e a Apple não responderam de imediato aos pedidos de comentários.

(Por Elizabeth Dilts)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos