Intel: problema em atualização para corrigir Spectre e Meltdown se estende a chips mais recentes

Por Stephen Nellis

(Reuters) - Computadores de centrais de processamento de dados com os mais recentes chips da Intel podem ser reiniciados com mais frequência do que o normal devido a problemas com as atualizações criadas para correção das falhas de segurança Specter e Meltdown, informou a empresa.

A Intel confirmou que as correções podem causar taxas de reinicialização mais altas do que o esperado nos processadores Ivy Bridge, Sandy Bridge, Skylake e Kaby Lake, disse Navin Shenoy, gerente geral do grupo de centrais de dados da Intel. Os chips Kaby Lake são a oferta mais recente da empresa.

Na semana passada, a Intel disse que recebeu relatórios de que suas atualizações de segurança estavam causando problemas nos sistemas que utilizam os chips Broadwell e Haswell, mais antigos da empresa.

Shenoy disse que a empresa emitiu correções para 90 por cento dos chips Intel lançados nos últimos cinco anos, mas que a empresa tem "mais trabalho a fazer". Ele também disse que a Intel enviará versões iniciais de correções para as atualizações defeituosas na próxima semana.

"Reproduzimos estas questões internamente e estamos progredindo na identificação da raiz", escreveu Shenoy.

Em 3 de janeiro, a Intel confirmou que as falhas Specter e Meltdown afetaram seus chips e que potencialmente podem permitir que hackers roubem informações.

(Por Stephen Nellis)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos