Google faz acordo de patentes com a chinesa Tencent

PEQUIM (Reuters) - O Google, da holding Alphabet, fechou um acordo de licenciamento de patentes com a Tencent Holdings, em sua busca por maneiras de se expandir na China, onde muitos de seus produtos, como a loja de aplicativos, a ferramenta de buscas e o serviço de email, são bloqueados pelos reguladores.

A empresa de tecnologia dos EUA já havia assinado acordos similares antes com a Samsung Electronics, a LG Electronics e a Cisco Systems, mas a parceria com a Tencent é a primeira com uma grande empresa de tecnologia chinesa.

O Google informou anteriormente que acordos como esses reduzem o potencial de litígio em relação à violação de patente.

O pacto com a empresa chinesa de mídia social e de jogos Tencent cobre uma ampla gama de produtos e abre caminho para a colaboração tecnológica no futuro, esclareceu o Google nesta sexta-feira, sem divulgar termos financeiros do negócio.

O Google não revelou o escopo do novo acordo de patentes e a Tencent não respondeu imediatamente a perguntas sobre quais produtos o contrato de patente cobriria.

"Trabalhando juntos em acordos como este, as empresas de tecnologia podem se concentrar na construção de melhores produtos e serviços para seus usuários", disse Mike Lee, chefe de patentes do Google.

Ao longo do ano passado, o Google indicou que estava buscando aumentar sua presença no mercado restrito chinês, com o lançamento de um laboratório de pesquisa de inteligência artificial no país asiático, introdução de uma versão de seu aplicativo de tradução e expansão para novas cidades.

(Por Cate Cadell)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos