Facebook entrega controle de privacidade a usuários após lei da UE

Por Julia Fioretti

BRUXELAS (Reuters) - O Facebook facilitará para seus mais de 2 bilhões de usuários gerenciar seus próprios dados, em resposta a uma nova e difícil lei da União Europeia que entra em vigor em maio, disse a diretora de operações da rede social, Sheryl Sandberg.

"Estamos lançando globalmente um novo centro de privacidade que colocará as principais configurações de privacidade do Facebook num só lugar e facilitará muito para as pessoas gerenciarem seus dados", disse Sandberg nesta terça-feira.

A Regulamentação Geral de Proteção de Dados (GDPR, na sigla em inglês) é a maior revisão das regras de privacidade de dados pessoais desde o surgimento da internet e visa dar aos europeus mais controle sobre suas informações e como as empresas as usam.

Empresas que violarem da lei enfrentarão uma penalidade de até 4 por cento do volume anual global de negócios ou 20 milhões de euros, o que for maior.

"Nossos aplicativos são há muito tempo focados em dar transparência e controle às pessoas e isso nos dá uma base muito boa para atender a todos os requisitos da GDPR e nos estimular a continuar investindo em produtos e ferramentas educacionais para proteger a privacidade", disse Sandberg.

Empresas que coletam grande quantidade de dados de clientes, incluindo de tecnologia, seguradoras e bancos, serão afetadas.

O uso de dados do cliente pelo Facebook e o rastreamento das atividades online das pessoas já foram investigados por várias autoridades da UE em matéria de proteção de dados.

(Por Julia Fioretti)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos