Itália não esperará até as eleições para decidir se multará Telecom Italia, diz ministro

FLORENÇA (Reuters) - O ministro da Indústria da Itália, Carlo Calenda, disse nesta segunda-feira que uma decisão sobre uma possível multa contra a Telecom Italia (TIM) sobre o descumprimento da regra de ouro será tomada antes das eleições de 4 de março.

Falando a jornalistas durante reunião em Florença, o ministro disse que se for decidido que há necessidade de multa, a mesma será aplicada "porque somos um país que quer que regras sejam respeitadas".

"A situação será esclarecida antes da votação. Nós não esperaremos até as eleições para fazer as coisas", afirmou Calenda.

A Itália lançou um processo que pode terminar com a Telecom Italia sendo multada por falhar em notificar o governo italiano de que o grupo de mídia francês Vivendi, que é o maior acionista da operadora, com uma fatia de 24 de por cento, havia assumido o controle de fato da companhia.

(Por Silvia Ognibene)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos