De olho na segurança

Empresa criou smartphone próprio para guardar e proteger criptomoeda

  • Foto: Pixabay/divulgação

A empresa de segurança Sikur revelou nesta segunda-feira um telefone celular dedicado para armazenar criptomoedas, em meio à crescente demanda de investidores por proteção contra crimes cibernéticos no volátil mercado de moedas virtuais de cerca de US$ 450 bilhões.

Mostrado na MWC de Barcelona, o Sikurphone custa US$ 799 durante a fase de pré-vendas.

A Sikur desenvolve sistemas de criptografia que podem ser instalados em aparelhos iOS, da Apple, ou Android, do Google, assim como em tablets e PCs.

Há três anos, a empresa já havia lançado um celular com criptografia, o Granitephone, que faz comunicações por vídeo, voz, mensagens, chats e compartilhamento de documentos, usando o sistema operacional Android.

Fundada em 2009 por ex-executivos do setor financeiro de Curitiba (PR), a Sikur transferiu sua sede para Miami (EUA) em 2015. Atualmente, é controlada por investidores alemães.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos