Regulador de privacidade do Reino Unido suspende investigação do WhatsApp após acordo

Por Douglas Busvine

(Reuters) - O regulador de privacidade do Reino Unido disse que suspendeu uma investigação sobre o WhatsApp depois que o serviço de mensagens assinou um compromisso de não compartilhar dados pessoais dos usuários com o Facebook

A decisão da comissária de Informação, Elizabeth Denham, significa que o WhatsApp, que possui 1,5 bilhão de usuários mensais, não será multado e que qualquer compartilhamento futuro de dados de usuários seria regulado pelas regras de privacidade europeias que entrarão em vigor em maio.

"Tenho o prazer de afirmar que o WhatsApp já assinou um termo em que se comprometeu publicamente a não compartilhar dados pessoais com o Facebook", disse Denham em um blog nesta quarta-feira.

A decisão marca uma resolução importante para o Facebook, a maior rede social do mundo, que está sob fogo nos Estados Unidos por causa da propagação das chamadas "notícias falsas" durante as campanhas para as eleições presidenciais de 2016.

O Facebook também está no radar devido ao tratamento de dados de usuários para publicidade online - um negócio que, juntamente com o Google, passou a dominar globalmente.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos