Presidente do Spotify vai vender participação de até US$2 bi em listagem de ações

Por Stephen Nellis

(Reuters) - O presidente-executivo e co-fundador da empresa líder em streaming de música Spotify, Daniel Ek, deve vender 15,8 milhões de ações, avaliadas em até 2 bilhões de dólares, na listagem direta, informou a empresa nesta terça-feira.

Em documento registrado junto à Securities and Exchange Commission (SEC, órgão regulador do mercado de capitais dos Estados Unidos), a companhia espera que atuais acionistas vendam até 55,7 milhões de ações ordinárias no início das negociações do papel na bolsa de Nova York, em 3 de abril.

Em vez de fazer uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) tradicional, o Spotify planeja uma listagem direta, que vai permitir que investidores e funcionários vendam suas ações sem que a empresa levante capital novo ou contrate bancos ou corretoras para coordenar a oferta.

O Spotify é avaliado em cerca de 19 bilhões de dólares nos mercados privados, mas não definiu um preço de abertura para sua listagem direta. A empresa contratou o Morgan Stanley para ajudar a avaliar as ordens de compra e venda na bolsa de Nova York para ajudar a definir um preço de abertura.

Entretanto, o Spotify divulgou pela primeira vez quantas ações Ek, de 35 anos, vai vender. A fatia é avaliada entre 775 milhões e 2 bilhões de dólares, segundo preços de mercado privado mais recentes, que foram de 48,93 dólares a 131,88 dólares no mês de março, segundo o documento do Spotify.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos