Negociação de moedas digitais cai com menos interesse de investidores de varejo

Por Tommy Wilkes

LONDRES (Reuters) - A atividade de negociação de criptomoedas caiu pela metade em relação ao auge observado em dezembro, segundo dados do mercado, uma vez que o interesse do varejo por moedas virtuais e os preços permanecem muito abaixo de suas máximas recentes.

A média diária de volumes em bolsas que negociam criptomoeda caiu para 9,1 bilhões de dólares em março e para 7,4 bilhões de dólares na primeira metade de abril, comparado com quase 17 bilhões de dólares em dezembro, de acordo com dados compilados pelo site de análises CryptoCompare.

A escalada nos preços de moedas digitais como bitcoin alimentou um entusiasmo pelo setor até o fim de 2017, conforme investidores de varejo ao redor do mundo buscavam obter uma parte deste mercado. O movimento despertou alertas regulatórios e ameaças de sanções ao mercado.

A China, um grande mercado, fechou bolsas locais de criptomoeda.

Desde seu auge em dezembro e janeiro, o preço da bitcoin caiu pela metade, enquanto a segunda e a terceira maiores criptomoedas, Ethereum e Ripple XRP perderam ainda mais seus valores.

No entanto, os volumes de negociação de criptomoeda em março e abril caíram para os patamares vistos em novembro. Eles permanecem cerca de 25 vezes acima dos níveis de março e abril do ano passado.

"Os volumes caíram porque houve um ciclo estimulado em dezembro, na esteira de produtos futuros vindo ao mercado. Você vai descobrir que a maioria disso foi guiado pelo varejo, com Coreia e Japão como maiores instigadores", disse Charles Hayter, co-fundador da britânica CryptoCompare.

Pessoas envolvidas no segmento dizem que a atividade de negócios fora das bolsas, em mercados de balcão, onde grandes investidores institucionais costumam operar, manteve-se muito melhor.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos