Fabricante de chip de reconhecimento facial AMS sofre com atrasos da Apple

Por Eric Auchard e Francois Murphy

LONDRES/VIENA (Reuters) - As ações da fabricante austríaca de chips AMS chegaram a recuar 14 por cento nesta terça-feira, após a fornecedora da gigante Apple alertar para os contínuos atrasos de um grande cliente na finalização dos planos de produtos, prejudicando sua perspectiva para o segundo trimestre.

A Apple, que segundo estimativas de analistas é responsável por metade da receita da AMS, está reduzindo a produção de sua linha iPhone X antes de se preparar para novos produtos no quarto trimestre. Embora essa transição fosse amplamente esperada, o impacto na AMS é ampliado pelos atrasos da empresa norte-americana na finalização das especificações das peças.

Os sensores AMS são usados ​​pela Apple para fornecer recursos de reconhecimento de rostos que fazem com que seu iPhone X se destaque dos smartphones rivais e a empresa austríaca deve ganhar contratos adicionais para os próximos iPhones e iPads.

"Devido a essas transições de produtos e mudanças de produto em um grande programa de consumo que impede a pré-produção de peças, a AMS também espera uma significativa subutilização de capacidade", informou a empresa.

Na segunda-feira, a empresa informou que as vendas do primeiro trimestre estavam na ponta mais baixa de sua projeção anterior e emitiu seu alerta sobre o trimestre atual.

As ações da fabricante de chips registraram a maior queda diária em dois anos na terça-feira, antes de uma recuperação parcial após executivos da AMS dizerem a investidores que os resultados vão melhorar no segundo semestre, uma vez que o cliente crucial, que não foi identificado, aprove as novas especificações do novo produto.

Por volta das 10h10 (horário do Brasil), as ações listadas em Zurique caíam cerca de 8 por cento, enquanto outras empresas fornecedoras da Apple também sofriam pressão.

Dialog Semiconductor, que fornece chips de gerenciamento de energia para a Apple, caíam 5,2 por cento, enquanto as ações da STMicro, outra fornecedora de chip de sensor para a Apple, caíam 0,35 por cento.

A AMS informou que espera que as vendas no segundo trimestre caiam para algo entre 220 milhões e 250 milhões de dólares, aproximadamente metade dos 452,7 milhões de dólares em vendas que registrou nos primeiros três meses de 2018.

A empresa acrescentou que a redução na utilização da capacidade de sua maior unidade em Cingapura afetará as margens de lucro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos