Fintech de pagamentos para setor de saúde Medicinae acerta linha de R$15 mi para recebíveis

SÃO PAULO (Reuters) - A fintech Medicinae, que opera um sistema de meio eletrônico de pagamentos para médicos e clínicas de saúde, anunciou nesta segunda-feira que recebeu um linha de 15 milhões de reais da gestora de crédito Captalys.

Em operação desde o final de 2017, a Medicinae trabalha com um aplicativo de gestão de caixa, que inclui terminais de pagamentos similares aos de adquirentes como Cielo e Rede, mas exclusivo para pequenos empreendimentos do setor de saúde. O serviço inclui a opção de antecipação de recebíveis.

Segundo Luciana Lessa, executiva da Medicinae, o serviço permite que os empreendedores recebam mais rápido os pagamentos de clientes, muitas vezes pagos por meio de cheques pré-datados e que levam em média até três meses para serem compensados.

"Esse meio de pagamento elimina a inadimplência dos cheques que, de acordo com nossa base de clientes, chega a 20 por cento dos pagamentos", disse Luciana.

O sistema permite ao usuário monitorar todas as informações de faturamento, pagamento incluindo de planos e seguros de saúde, além do pagamento de atendimento particular no cartão de crédito e débito.

Com a linha de crédito, a companhia espera girar em 90 milhões de reais em 12 meses.

(Por Aluísio Alves)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos