Câmara aprova MP que estende prazo para empresas investirem em P&D com recursos de isenção

SÃO PAULO (Reuters) - A Câmara dos Deputados aprovou na terça-feira a medida provisória que aumenta o prazo para que empresas de tecnologia e comunicação invistam capital oriundo de isenção fiscal em pesquisa e desenvolvimento.

O benefício será repassado para atividades referentes até 31 de dezembro de 2016 mediante comprovação de que a empresa está em dia com as contribuições ao INSS, segundo a Agência Câmara Notícias.

Segundo o projeto de conversão do deputado Thiago Peixoto (PSD-GO), os reinvestimentos deverão se voltar para projetos de interesse nacional.

As empresas que aderirem ao programa de reinvestimento, como definidos pela MP, terão que desistir de ações judiciais e processos administrativos relacionados aos débitos em pesquisa e desenvolvimento.

A matéria segue agora para apreciação do Senado.

(Por Taís Haupt)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos