Vivendi diz a regulador do mercado italiano que não controla a Telecom Italia, diz fonte

MILÃO (Reuters) - O grupo de mídia francês Vivendi notificou o regulador do mercado italiano, Consob, de que não controla a Telecom Italia após perder a maioria dos assentos do conselho do grupo telefônico na sequência da votação de acionistas em 4 de maio, disse uma fonte próxima ao assunto nesta sexta-feira.

Consob e Vivendi não puderam ser imediatamente contatados para comentar o assunto.

O fundo de hedge norte-americano Elliott conseguiu dar um golpe no conselho da Telecom Italia na semana passada, tirando o controle da principal investidora Vivendi, após uma campanha de dois meses para reorganizar a forma como a empresa francesa administra a Telecom Italia.

Desde que se tornou acionista em 2015, a Vivendi ampliou sua participação na Telecom Italia gradualmente, nomeando a maioria de seu conselho no ano passado e o próprio presidente-executivo como presidente da Telecom Italia.

O governo da Itália eventualmente usou seu poder especial no ano passado para garantir que tivesse uma voz em algumas decisões estratégicas da Telecom Italia, um movimento amplamente visto como uma tentativa de conter a influência da Vivendi sobre o antigo monopólio estatal de telefonia italiano.

A Vivendi sempre negou ter controle da Telecom Italia.

Nesta sexta-feira, o regulador disse que a participação da Vivendi no grupo de torres INWIT, majoritariamente controlado pela Telecom Italia, foi reduzida a zero de 60 por cento após a reunião de acionistas de 4 de maio.

(Por Stefano Rebaudo)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos