Twitter muda estratégia na batalha contra trolls da Internet

Por David Ingram

SAN FRANCISCO (Reuters) - O Twitter revisou nesta terça-feira estratégia para combater usuários violentos, afirmando que vai utilizar sinais comportamentais para identificar assediadores na rede social e limitar a visibilidade de seus comentários.

O Twitter vem tentando se livrar de conteúdo nocivo por temer que ataques pessoais estejam afastando os usuários de seu serviço.

As regras do Twitter já proíbem o abuso e podem suspender ou bloquear usuários assim que alguém os denunciar. Os usuários também podem silenciar as pessoas que consideram ofensivas.

O presidente-executivo do Twitter, disse que a empresa agora tentará encontrar contas problemáticas examinando comportamentos como a frequência com que as pessoas tuítam sobre contas que não as seguem ou se confirmaram o endereço de email vinculados a elas.

Os tuítes dessas contas aparecerão mais abaixo em determinadas áreas do serviço, como resultados de pesquisa ou respostas a tuítes, mesmo que as próprias mensagens não tenham violado nenhuma regra. Os tuítes não serão removidos apenas com base em sinais comportamentais, disse Dorsey.

O executivo disse que os 336 milhões de usuários ativos mensais do Twitter devem esperar uma série de outras mudanças nos próximos meses, enquanto a empresa explora maneiras de encorajar os tuítes menos agressivos.

(Por David Ingram)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos